Moradores fecharam BR em protesto por falta de água.
Moradores fecharam BR em protesto por falta de água.

Com baldes vazios nas mãos, moradores da cidade de Seabra, na região da Chapada Diamantina, interditaram o trecho do KM 389 da BR-242 para protestar contra a falta d’água na região nesta terça-feira (11). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista ficou totalmente fechada com a manifestação. O problema foi agravado com a estiagem que atinge a localidade. Segundo o deputado federal Leur Lomanto Jr., o governo do estado junto ao federal chegou a anunciar a construção da Barragem Baraúnas para o município, parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), mas o projeto está parado.


banner_franquia

O sonho de todos é conquista a tão sonhada independência financeira – ou seja, trabalhar por conta própria, sem depender de patrão, cumprir horários, receber ordens e ser subordinado (a) – E isso é possível – hoje o mercado de trabalho é amplo e sempre tem uma boa oportunidade para quem PENSA DIFERENTE… Através da venda direta – que tem vários canais de vendas, seja pela internet, sacoleira ou por catálogo – há dezenas de empresas que abrem suas portas.

A JUV Acessórios dá esta oportunidade para você – aqui você encontra todos os canais de vendas, conheça alguns:

01-  Média de Lucro de 20 a 35% (pode chegar até a 100%)

02- Indique novas pessoas ao negócio;

03- Venda através da internet para todo Brasil – você ganha um site para você, com seu nome;

04- Venda através dos Catálogos JUV – monte sua equipe de venda e seja um Empreendedor JUV de sucesso em sua cidade ou região.

A JUV Acessórios é uma empresa global que oferece uma oportunidade de empreendedorismo a todos (homens e mulheres) que buscam flexibilidade em sua vida profissional. Se você gosta de trabalhar com novas ideias e inspirar outras pessoas, tem tudo para ser um Empreendedor (a) JUV Acessórios!

JUV_Capa_blog

Se você procura uma oportunidade de trabalho na JUV, escreva para juvsemijoias@hotmail.com. Caso queria saber mais sobre como ser uma Empreendedora e revender nossos produtos, acesse nossa páginas www.juv.com.br/vitrine/alebran

Se preferir ligue para: (77) 99557958 – e realize o sonho da conquista da independência financeira para sempre.


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.GgVa4Dkk7x

Conforme nota do Bahia Notícias, cinco meses depois de acordo firmado com o governador Jaques Wagner e a Polícia Militar (PM), militares querem tomar medidas legais para que o governo do Estado cumpra com o que ficou acertado. A próxima etapa, segundo a Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPMBA) – Força Invicta, será comunicar ao Ministério Público (MP) para que haja intermediação com o governador Jaques Wagner. O principal ponto de reivindicação da associação seria o pagamento da gratificação do Regime de Tempo Integral (RTI) em substituição à gratificação de Condições Especiais de Trabalho (CET). “A mudança seria um aumento do salário que não está sendo pago até agora”, diz o presidente da Força Invicta, Edmilson Tavares. Os advogados já foram prontificados para reverter a situação. Em nota, o coordenador-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), Fábio Brito, afirmou que os direitos dos policiais estão sendo alvitados por ausência de uma “mísera regulamentação”. “Enquanto isso, os policiais padecem”, afirmou. O acordo firmado entre as associações, após greve, também contemplava o aumento da CET dos praças na proporção de 25% para os praças em função administrativa, 45% para os praças operacionais e 60% para os praças motoristas e RTI para os oficiais, com atualização da Lei. Foi inclusa, também, a rediscussão das propostas do Estatuto e Plano de Carreira, esta última em tentativa para ser votada na Assembleia Legislativa (AL-BA) pela bancada governista


Este é o cano que é retirado, sua função é melhorar o abastecimento, retirando água do canal  que é jogado numa caixa de distribuição.
Este é o cano que é retirado, sua função é melhorar o abastecimento, retirando água do canal que é jogado numa caixa de distribuição.

Após a caminhada de protesto na manhã desta segunda feira, realizada por moradores da região de Contendas, reivindicando normalização na distribuição de água à população local. O protesto feito pelos moradores, visitou a Prefeitura de Macaúbas e segui até a sede do SAAE e em seguida uma Comissão, foi até ao Fórum e pediram intervenção do Ministério Público e do Judiciário.

O cano auxilia a entrada de água nesta caixa que distribui para a região. Só que há outros canso que sai da nascente diretamente para outras propriedades. "Canso exclusivos" - Ou seja: "pouca água, meu cano primeiro"
O cano auxilia a entrada de água nesta caixa que distribui para a região. Só que há outros canso que sai da nascente diretamente para outras propriedades. “Canso exclusivos” – Ou seja: “pouca água, meu cano primeiro”

Em resposta à comunidade, na tarde desta terça feira uma “força tarefa” composta por membros do Legislativo, Ministério Público e Judiciário. Entre os vereadores presentes estavam: o presidente da Câmara Marcos Pinto e os vereadores: Roberto de Zé de Enedina, Marcelo Nogueira, Anderson Gumes, Ié do Pv e Nego de Eli. Representando o Ministério Público este presente o seu Assistente, o Sr. Rodrigo; do Judiciário,o Oficial de Justiça, Sr. Daniel; presente também o Diretor do SAAE, Sr. José Raimundo (Zezito), dando segurança estiveram o apoio de três Policiais Militares – visitaram a região de Contendas numa “reintegração de posse” da nascente ao SAAE, que se queixava de “insegurança” aos seus funcionários por ameaças de pessoas que são contra o sistema de retirada de água da fonte que serve mais de 500 famílias.

Estes são uns dos canos "extras" levando água para propriedades particulares
Estes são uns dos canos “extras” levando água para propriedades particulares

O caso aparentemente simples é um “conjunto de vícios” que se perpetuou há anos. Muitas ligações de água de particulares “dividem” espaço e vasão com o duto de água que é retirado da fonte para abastecer a população. O que vem criando insatisfação e até “ferimentos” de direitos por parte de outros.

Entre os vereadores, alguns se queixaram da “precariedade” no sistema de coleta, cobraram mais investimentos, na construção de melhores e novas caixas de captação e estudar uma forma de tratar a água. Segundo o Diretor do SAAE, Zezito, há alguns anos era feito o tratamento, mais foi suspenso por não se ter uma “vasão constante” da nascente.

Segundo informações há canos de particulares que atendem propriedades situadas no município de Boquira.  Há proposta para que se acabe com os “privilégios”, deixando somente um canal de coleta e distribuição homogenia, revitalização da área, construção de cerca que impeça invasores e investimento em infraestrutura, melhorando assim a qualidade na coleta.

Uma das providências é melhora o sistema de captação e realizar investimentos.
Uma das providências é melhorar o sistema de captação e realizar investimentos.

Veja outras imagens do sistema que abastece a região de Contendas.


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.nf7vFIJX-T

“O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou um inquérito civil para verificar se Roberto Pereira Matos, sócio do instituto Bahia Pesquisa e Estatística Ltda (Babesp), é mesmo carente para receber uma bolsa de estudos da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). De acordo com o jornal Correio, de 2013 para cá, Roberto Matos recebeu R$ 10.880 para custear os estudos de um filho. Os dados foram publicados no portal Transparência. A investigação foi iniciada na segunda-feira (8). O MP já havia firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Assembleia para extinguir a concessão de bolsas de estudos irregulares. A promotora de Justiça Rita Tourinho investigará se a bolsa de estudos foi concedida por determinação de Marcelo Nilo, presidente da AL-BA. A promotora acredita que o empresário não se enquadre no perfil para concessão das bolsas, e diz que a declaração de pobreza é feita de punho próprio. O MP-BA ainda investigará se Marcelo Nilo cometeu improbidade administrativa ao contratar a Babesp. O instituto é conhecido no meio político como “Datanilo”, e nas eleições de 2012 e 2014 recebeu cerca de R$ 232 mil do deputado. No dia 5 de agosto deste ano, o instituto recebeu R$ 156 mil como pagamento por pesquisas eleitorais. Caso fique configurada a improbidade cometida pelo político, a investigação será conduzida pelo procurador-geral de Justiça, Márcio Fahel” Diz nota do Bahia Notícias.


xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.qeRDVbsocm

Conforme nota do Bahia Notícais, apesar do crescimento de Rui Costa (PT) na última pesquisa da Babesp, o candidato ainda perderia para Paulo Souto (DEM) em um possível segundo turno. Na simulação, o postulante democrata venceria a eleição com 43% dos votos, enquanto Rui Costa ficaria com 35%. Os indecisos pontuaram 14%. Brancos e nulos foram 8%. Já em uma disputa com a também pleiteante ao cargo do Palácio de Ondina Lídice da Mata (PSB), Souto ganharia com uma maior folga. Enquanto o democrata pontuaria com 49% na simulação do segundo turno, Lídice ficaria com 21%. Brancos e nulos somam 11% e aqueles que ainda não sabem foram 19%.  A pesquisa, protocolada sob o registro BA-00018/2014, contou com dois mil entrevistados em 84 municípios baianos.


Não se sabe se isso é um bom sinal ou é um "sinal" que a coisa não tá boa!... (Foto meramente ilustrativa - reprodução)
Não se sabe se isso é um bom sinal ou é um “sinal” que a coisa não tá boa!… (Foto meramente ilustrativa – reprodução)

Há menos de 15 dias, é visto em Macaúbas uma sequência de protestos pela cidade, coisa jamais vista em outras administrações, há algumas semanas garis e varredores de rua se juntaram em frente a Prefeitura reivindicando pagamento de salários em atraso, no mesmo dia Moradores sem Teto, que invadiram obras do Minha Casa Minha Vida, também foram até a Prefeitura pedirem conclusão da obra. Já no dia 1º de setembro, Macaúbas “madrugou” às 8h00 da manhã, no Movimento: Macaúbas Está Acordando – com estudantes realizando caminhada na rua e pararam em frente a Prefeitura reivindicando regularidade no transporte escolar da zona rural até a sede.

Contendas chegou ao ponto de “pedir água”…

"Contendas" em Paz... Chegaram ao ponto de "pedir água - Foto Macaubense Life
“Contendas” em Paz… Chegaram ao ponto de “pedir água – Foto Macaubense Life

Hoje, por volta das 9h00 da “madrugada” (num mais um Macaúbas Está Acordando) a cidade presenciou centenas de moradores da comunidade de Contendas e Região, numa caminhada que iniciou na Rua Dr. Vital Sores, paralisou o trânsito por alguns minutos no semáforo,  seguiram para a porta da Prefeitura e depois para o SAAE, reivindicando que normalize a distribuição de água naquela região.

Relata-se ai quatro movimentos sociais. Destes sabe-se que teve solução o transporte escolar, após reunião com o Prefeito José João Pereira na Câmara Municipal, quanto aos garis, voltaram ao trabalho, mas segundo informações estão em alerta, caso não recebem em dias os próximos salários. Já os Sem Teto, foram expulsos das Casas Populares sem nenhuma promessa.

Quanto a passeata de hoje, anda não se tem uma posição oficial. O blog tentou entrar em contato com a Prefeitura, mas não obteve sucesso. No entanto, espaço fica aberto para interessados – macaubasonoff@hotmail.com


Tá difícil...
Tá difícil…

As revelações feitas por Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, provocaram apreensão no comando da campanha da presidente Dilma Rousseff e no Palácio do Planalto. Embora o discurso oficial seja o de minimizar as denúncias feitas por Costa, sob o argumento de que ele não apresentou provas, ministros e dirigentes do PT temem que o escândalo empurre Dilma para uma agenda negativa, a menos de um mês da eleição.

A presidente foi surpreendida na sexta-feira com o teor da delação premiada de Costa, que acusou três governadores, seis senadores, um ministro e pelo menos 25 deputados de cinco partidos, incluindo os do PT e do PMDB, de receberem dinheiro desviado da Petrobrás. Pediu informações ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, mas ele não teve acesso ao depoimento de Costa. Contrariada com Cardozo, Dilma convocou então uma reunião de emergência, no Palácio da Alvorada, com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, para avaliar o impacto das denúncias em sua campanha.

O diagnóstico no governo é o de que as acusações de Costa, se comprovadas, têm potencial para provocar um terremoto político na base aliada do governo, mas também na campanha de Marina Silva (PSB). Para fragilizar Dilma, o candidato do PSDB, Aécio Neves, reagiu rápido e chamou as denúncias de “mensalão 2″, numa referência ao escândalo de corrupção que marcou o governo Lula. A coordenação da campanha de Dilma orientou a presidente a não ficar na defensiva. Foi por isso que ela deu entrevista ontem sobre o assunto.

O depoimento de Costa pode derrubar, ainda, a estratégia do PT de colar nos adversários o carimbo de “inimigos da Petrobrás”. Dilma presidiu o Conselho de Administração da estatal na época da compra da refinaria de Pasadena (EUA). À PF, Costa disse que houve pagamento de propina nesse negócio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo